Apesar do nervosismo que por vezes nos invade na hora errada, uma entrevista de emprego trata-se apenas de uma conversa onde, não apenas o candidato irá apresentar-se, mas também o recrutador terá a oportunidade de falar acerca da empresa e da respetiva vaga a que se candidata.

Poderá parecer clichê, mas ter em consideração que nesta reunião tanto o candidato como o recrutador são pessoas com uma missão profissional a cumprir, poderá ajudá-lo a relaxar.

Se tem estado ativamente a enviar CVs, o primeiro passo está dado e provavelmente, já terá uma primeira entrevista agendada. Neste cenário, na reunião de emprego que se aproxima, terá de argumentar a sua candidatura e não colocar questões, poderá transparecer algum desinteresse ou uma natureza pouco ativa face à oportunidade que tem em frente.

Por outro lado, perguntas pouco convenientes numa fase inicial do processo de seleção poderão arruinar por completo o seu esforço em  conseguir um novo emprego.  

Os recrutadores pretendem ver pessoas com uma noção real do seu trabalho, sem que para isso tenham de abordar diretamente as vantagens relacionadas com a remuneração. Este fator é sem dúvida um dos determinantes à perceção da motivação e da proatividade que vive em cada um de nós.

A conversa que terá com um recrutador numa entrevista de emprego, ajudá-lo-á a decidir se é de facto o cargo e a empresa em que se revê a trabalhar mas, mais importante, a sua manifestação de interesse ao colocar algumas questões irá colocá-lo certamente numa posição de destaque face aos restantes candidatos.

Para evitar uma reunião que pareça um interrogatório, deve preparar-se para as perguntas mais frequentes em entrevista de emprego, mas também levar consigo algumas questões sobre aquilo que lhe suscita dúvidas relativamente ao cargo e/ou à empresa. 

Assim, partilhamos consigo algumas sugestões de perguntas que poderá colocar numa entrevista de emprego.

Poderá dividir as suas questões em grupos relacionados com: o cargo, a equipa, o negócio e até mesmo a evolução da carreira.​

1 // Este cargo é novo ou já existia na empresa?

Esta questão trará para si alguma noção relativa às oportunidades que tem ou poderá construir ao exercer o cargo em causa nesta empresa.

No caso de estar perante uma nova função, aproveite e avalie junto do recrutador a disponibilidade que a empresa tem para que implemente as suas próprias metodologias e técnicas de trabalho de forma a alcançar os objetivos organizacionais. Caso já tenho existido, questione como o cargo foi executado até então e que tipo de caraterísticas aprecia a empresa.

Esta informação poderá ser bastante valiosa para si, no sentido em que irá confirmar os padrões desenvolvidos até ao momento e que o ajudarão a elevar o trabalho a um próximo nível.

Ainda neste cenário e caso tenha sugestões para apresentar, coloque-as também como hipóteses em cima da mesa. Assim, poderá trazer ao de cima um pouco mais das suas qualidades e, uma vez mais, mostrar o seu cariz proativo.

2 // COMO É A ROTINA DE TRABALHO NESTE CARGO?

Se preparou a reunião antecipadamente, esta é uma das principais perguntas a colocar numa entrevista de emprego. A resposta irá ajudá-lo a visualizar um dia típico de trabalho e sobretudo a analisar se é neste contexto que se revê a trabalhar e também evoluir pessoal e/ou profissionalmente.

Este ponto poderá ser decisivo para fundamentar a sua decisão, considerando aquilo que lhe é apresentado, bem como fazer associações relativamente ao seu conhecimento e ao know-how necessário para uma performance adequada. Assim, tornar-se-á simples avaliar qual o caminho a tomar perante a situação em que se encontra: se júnior, demonstre interesse numa aprendizagem contínua, se sénior, detalhe algumas informações acerca da sua experiência profissional e que se enquadram nas funções referidas.

3 // PODE FALAR-ME SOBRE A EQUIPA?

Esta é uma questão que pode ser trabalhada antes da reunião. Através de uma breve pesquisa, poderá facilmente encontrar pessoas que atualmente ocupam um determinado cargo na empresa para a qual se candidata. Acreditamos que poderá ser um ponto importante na decisão da sua candidatura, pois uma boa equipa de trabalho contribuirá positivamente para uma maior felicidade no trabalho.

Em simultâneo, poderá demonstrar o seu interesse em fazer parte de uma equipa com bom ambiente o que, por consequência, transmite também a sua vontade em colaborar para manter esta harmonia.

4 // O QUE PODE SER CONSIDERADO UM SUCESSO PARA O TRABALHO DA EQUIPA?

Mais importante do que saber o que fazer para receber um louvor pelo seu trabalho, é saber o que pode a equipa fazer para alcançar os objetivos da empresa e, assim, o sucesso ser comum a todos. Acreditamos que este espírito de equipa irá permanecer na mente do candidato e, mais do que isso, é uma das soft skills mais apreciadas nos dias de hoje.

5 // QUAIS OS OBJETIVOS QUE A EMPRESA ESPERA A CURTO PRAZO COM ESTE NOVO CARGO?

Tendo em mente que o trabalho em equipa poderá fazer com que todos cheguem mais longe, é natural que ainda assim existam necessidades urgentes que, com a sua ocupação neste novo cargo, a empresa pretenda colmatar a curto prazo. Procure saber quais são, para perceber que tarefas terão de ser realizadas mais rapidamente. Aos olhos dos recrutadores isto será um sinal de responsabilidade, organização e sentido de cumprimento de prazos.

6 // O QUE MAIS APRECIA AO TRABALHAR NESTA EMPRESA?

Ao colocar esta pergunta ao recrutador numa entrevista de emprego, poderá ter uma ideia de como é o ambiente de trabalho onde poderá vir a trabalhar. É, no entanto, um ponto que nem sempre é abordado e certamente apanhará o recrutador um pouco desprevenido. Naturalmente que já se preparou para a sua entrevista de emprego e pode já ter pesquisado mais sobre a cultura e valores da empresa, mas nada melhor que um feedback real de quem lá trabalha.

7 // ATUALMENTE, QUAIS OS DESAFIOS QUE A EMPRESA ENFRENTA? E QUAIS AS OPORTUNIDADES?

Como qualquer outro negócio, a empresa para a qual poderá vir a trabalhar, terá também os seus desafios diários. Em entrevista, se procurar saber um pouco mais sobre a empresa, irá dar sinais ao recrutador que está focado naquilo que pode contribuir para o sucesso organizacional, ainda antes de começar a conversar sobre as tarefas que desenvolverá. Além disso, mostrará confiança que é, sem dúvida, das caraterísticas mais aliciantes numa entrevista de emprego, bem como um discurso orientado para encontrar soluções. Pessoas confiantes produzem geralmente de forma mais autónoma e eficiente.

Uma dica extra: Antes da entrevista procure saber se a empresa lançou recentemente algum produto ou serviço novo para o mercado. Leve essa informação até à entrevista e pergunte sobre a adesão do público. Tem sugestões ou novas ideias que possam trazer valor acrescentado ao negócio? Aproveite a oportunidade para apresentá-las brevemente, caso seja oportuno. Deixe que o seu talento e intenção sobressaiam, o detalhe das suas ideias chegará mais tarde.

8 // COM QUE FREQUÊNCIA SERÁ O MEU DESEMPENHO AVALIADO?

No mundo do trabalho existem dois termos bastante importantes que garantem a continuidade da carreira de qualquer profissional: a satisfação e a motivação. Não baralhemos os termos, porque são bastante diferentes.

Se ambiciona progredir na sua carreira terá certamente a preocupação de como e quando será o seu trabalho avaliado. Este será um forte indício para os recrutadores de que está motivado e focado na construção e evolução da carreira e que, muito provavelmente, está recetivo a análises e comentários externos.

Para além disso, se é uma pessoa determinada que pretende alcançar o sucesso, será seguramente um colaborador a manter, pois as hard skills ensinam-se, mas uma soft skill como esta é mais difícil de aprender.

9 // POSSO CONTAR COM OPORTUNIDADES DE FORMAÇÃO?

Se o ponto anterior será uma das perguntas a colocar na entrevista de emprego, esta terá também uma importância especial na conversa com o recrutador. Qualquer profissional que ambicione uma evolução contínua da sua carreira, saberá também que uma das bases sólidas para tal é a sua predisposição para aprender.

É um tema que ganha outra relevância quando é sabido que, para além de si, também a empresa poderá vir a beneficiar dessa sua vontade em adquirir novas competências.

Não importa o estágio da sua carreira, uma constante aprendizagem será imprescindível para o seu crescimento profissional.

10 // EXISTE ALGUMA QUESTÃO EM RELAÇÃO À MINHA CANDIDATURA?

A este ponto da entrevista, certamente vários assuntos foram já discutidos na conversa.

Respondeu às perguntas típicas de entrevista de emprego, colocou questões e apresentou-se, a seu ver, como o melhor candidato à posição em destaque. Ainda assim, poderá existir algum detalhe que não tenha sido conversado e seja relevante na reunião. Coloque-se disponível para prestar mais alguma informação que seja pertinente.

11 // QUAIS SERÃO OS PRÓXIMOS PASSOS?

Esta será sempre uma das últimas perguntas a colocar na entrevista de emprego. Afinal de contas, está confiante de que o processo terá continuidade para si e pretende saber que etapas existirão de seguida, sobretudo, para se poder preparar da melhor forma possível.

12 // SE, ENTRETANTO, TIVER MAIS QUESTÕES POSSO CONTACTÁ-LO?

Até ao aperto mão final da entrevista ainda nada está decidido. Por que não estimular o contacto com o recrutador, mantendo a possibilidade de pelo menos uma via de comunicação em aberto?

Pergunte de que forma poderá comunicar com a empresa ou com o recrutador, caso exista alguma questão da sua parte relativamente ao processo de recrutamento. Apresente a sua disponibilidade para um cenário contrário.

A equipa
Human Profiler

// Gostou do artigo? Partilhe-o nas redes sociais?

// Tem outras sugestões de perguntas a colocar numa entrevista de emprego?
Escreva-as em baixo nos comentários.