Venho falar-vos sobre o tema de como abordar os pontos fracos numa entrevista de emprego.

Recordem-se que na entrevista é onde nós vendemos a nossa imagem. Temos que de forma imediata, transmitir os pontos menos e mais positivos, que é isso que nos torna humanos. Poderão fazê-lo de diversas formas:

Abordar as vossas soft skills, indicando que foi ao ingressarem, por exemplo, em jogos coletivos (futebol, andebol) que se tornaram em bons colegas de equipa, que conseguiram desenvolver a vossa vertente de comunicação e também vos levou a cumprir horários, a serem mais regrados. Podem, por exemplo, afirmar também que numa mudança de projeto, pretendem fazê-lo não porque a empresa não correspondeu às vossas expectativas, mas sim indicar que todas as experiências foram positivas porque aportaram algumas competências, que vos farão melhorar num projeto seguinte. Caso não tenham todas as competências necessárias, poderão indicar que vão ingressar num curso, ou workshop para as melhorar, tornando-se sempre numa mais valia para a estrutura.

Como indiquei há pouco, a primeira entrevista é essencial, sobretudo a nível de soft skills. Caso seja um profissional mais tímido, poderão indicar que gostam primeiramente de verificar o espaço, observar os colegas, para saber como agir perante cada um deles. Cada um tem a sua personalidade e não ser mais intrusivo do que o necessário, ter alguma cordialidade e uma vertente de comunicação mais assertiva.

Relativamente aos pontos fracos, devem indicar que os têm e que estão a melhorá-los.

Mantenha-se atualizado através das nossas redes sociais e blog, verifique conteúdos e temas interessantes que vamos partilhando consigo.

Para mais informações, contacte a Human Profiler.

Até breve

Gostou deste artigo? Partilhe-o nas redes sociais ou envie a um amigo.