Num mercado de trabalho que retoma níveis de crescimento que antecederam o recente período de crise à escala global, e que cada vez se torna mais dinâmico e exigente na identificação e selecção de perfis alinhados com as especificidades das funções pretendias pelo sector empresarial, é fundamental que as guidelines pelas quais se guiam as Consultoras de Recursos Humanos, estejam assentes em alguns princípios tradicionais.

A Consultoria em Portugal tem sofrido um processo de grandes transformações nos últimos anos, impulsionada pelos constantes desafios e mutações do mercado, e a diversificação de competências alargadas que vai sendo mais concentrada nos perfis pretendidos. Num contexto de inovação como o que estamos a viver actualmente, os profissionais têm de se especializar em diversas áreas e ter um perfil “multitarefa”, aportando valor acrescentado à Organização em que estão enquadrados, de forma transversal e com impacto abrangente no resultado que geram.

A evolução tecnológica na forma como se recruta e identifica os melhores profissionais do mercado, a maior exigência das empresas que externalizam os seus processos de recrutamento em parceria com Consultoras especializadas, associadas à gestão de expectativas e competências técnicas cada vez mais abrangentes por parte dos candidatos, cria a obrigatoriedade de adaptação a um novo contexto na área de recursos humanos, que deve preservar dinâmicas como: proximidade, acompanhamento, celeridade, comunicação e retorno de feedback, sempre assente em princípios de ética e transparência.

A importância de manter a comunicação regular e transparente com o cliente/parceiro ao longo de cada processo de recrutamento, encontrando as melhores soluções em linha com a expectativa dos profissionais seleccionados, funciona sempre como um input positivo para qualquer processo, uma vez que existe uma gestão de expectativas que são mensuradas e partilhadas ao longo do processo.

Esta relação dos “3Cs” (Cliente, Consultora e Candidato) não se deve esgotar quando é identificado o profissional com as valências técnicas e comportamentais, e finalizada com sucesso a sua integração.

É importante manter a comunicação e acompanhamento constantes, e é impreterível dar feedback aos candidatos que não viram correspondida com sucesso a sua expectativa de colocação na empresa, os quais, também foram parte fundamental no processo de recrutamento.

Cada vez mais as redes sociais assumem um papel importante na partilha e divulgação de oportunidades no mercado, bem como a interacção entre os diversos envolvidos no processo, seja em contexto nacional ou internacional. A intermediação de uma consultoria especializada e focada nos objectivos pretendidos pelos clientes, para a identificação e validação de profissionais, tem-se revelado cada vez mais um sinónimo de valor acrescentado.

A utilização de novas tecnologias, vai permitir que a Consultoria se torne mais ágil e abrangente, apoiando-se em ferramentas que melhorem os processos de identificação de candidatos e permitam uma gestão mais eficaz e célere. Lidamos com o futuro profissional de pessoas e de organizações, e por isso, deveremos empenhar-nos em contribuir para carreiras bem-sucedidas e negócios competitivos. Um processo de recrutamento bem desenhado, com as métricas bem definidas e os timings alinhados com a real necessidade da estrutura organizativa, de forma a que seja correctamente implementado, irá impactar de forma positiva e assegurar uma taxa de sucesso alta e em conformidade com as expectativas do recrutador

Desafios da Consultoria em Recursos Humanos

O contexto de globalização trouxe uma série de desafios para o mercado de trabalho, mas ao mesmo tempo impulsionou diversas inovações (laborais e tecnológicas) transformando de forma positiva como a Consultoria consegue ser um parceiro mais ágil e completo, e com uma estratégia de comunicação unificada e bem desenvolvida.

A missão, os valores e a cultura organizacional, alinhados com a forma como interagem os diferentes interlocutores no processo, não deverá ser substituída por processos de recrutamento mecanizados, com ausência de proximidade e que se esgotam quando o candidato é selecionado e integra o novo desafio profissional. Cabe às Consultoras acompanhar e gerir da melhor forma o impacto da inovação e reflectir na qualidade e valor que criam em cada projecto de recursos humanos.

A equipa

Human Profiler